Autor: David Nicholls 
Páginas: 410
Editora: Intrinseca 
Sinopse: 15 de julho de 1988. Emma e Dexter se conhecem na noite da festa de formatura. Amanhã eles seguirão caminhos diferentes.
Mas onde estarão nesse mesmo dia um ano depois? E nos anos que se seguirem?Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas – vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.


Neste livro somos conduzidos pelo autor David Nicholls, através da vida intima de Emma Morley e Dexter Mayhew. Conhecemos seus medos, vitórias, frustrações, alegrias, tristezas e a amizade e amor imensos que nutrem um pelo outro, mas que nunca conseguem revelar da forma como desejam, além é claro da a necessidade de se manterem juntos.
"O que quer que aconteça amanhã, tivemos o hoje. A não ser se nos encontrarmos no futuro. Não terá problemas. Seremos amigos."
O livro se divide em quatro partes, na primeira temos o primeiro encontro de Em e Dex, no ano de 1988 onde após uma noite de "quase sexo" decidem se encontrar todos os anos no mesmo dia 15 de julho. A outras partes se dividem do ano de 1993 até 2005.
Quando vi o trailer do filme - o qual ainda não assisti - achei que Em e Dex moravam perto, que se viam praticamente todos os dias, mas não é bem assim. A amizade deles é algo realmente importante em suas vidas, mas eles se mantém geralmente separados, se falam por cartas ou ligações e em encontros de antigos amigos da escola. Enquanto isso, têm vários relacionamentos - principalmente Dexter - histórias paralelas a sua amizade, mas que de certa forma sempre se interligam em vários pontos.
"Eu te amo, Dexter. Amo muito. Só não gosto mais de você."
Para mim a grande sacada - ou a grande mensagem - do autor, é justamente sobre a validade de um amor e as inúmeras tentativas de substituição dele. É isso que os personagens tentam durante esses vinte anos, tocar a sua vida da melhor forma possível, pensando em sua primeira noite juntos e se perguntando por que aquilo não sai de suas cabeças, um é como o antídoto do outro e a cada ano que se passa a presença do outro se torna mais necessária, porém menos presente.
“Acho que você tem medo de ser feliz, Emma. Parece que pensa que o caminho natural das coisas na sua vida é ser triste, sombria e macambúzia, e odiar seu emprego, odiar o lugar onde mora e não ter sucesso nem dinheiro, e Deus a livre de um namorado (e uma pequena digressão aqui: esse negócio de não se achar bonita está ficando meio chato). Na verdade vou mais longe: acho que você gosta de se sentir frustrada e ter menos do que queria ter, porque isso é mais fácil, não é? O fracasso e a infelicidade são mais fáceis, porque você pode fazer piada com isso.”  (trecho de uma carta de Dex para Em).
O autor em momentos do livro é hilário e em outros incrivelmente triste, os sentimentos escritos no livro são quase palpáveis. Não se consegue parar de ler, por que no momento em que você acredita que as coisas finalmente vão dar certo uma reviravolta acontece, tudo muda e lá vamos nós começar tudo de novo, pensando que talvez essa pudesse ser também a nossa vida, a nossa tristeza, a nossa alegria e como seria bom, se em todos esse momentos tivéssemos um grande amigo para nos confortar e nos fazer seguir em frente, tocar as coisas e tentar ser feliz apesar de tudo. É isso que Emma Morley e Dexter Mayhew são um para o outro, o lugar seguro para onde sempre podem voltar.
"Preciso falar com alguém. Alguém não. Você!" (Uma ligação de Dex para Em).



Recomendo a leitura, o livro é realmente maravilhoso! :D


15 Comentários

  1. Olá
    Simplesmente amei a sua resenha, o livro parece ser apaixonante!
    Fiquei com bastante vontade de ver o filme depois de ver este trailer.
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu gsotei da ideia do autor, mas não gostei da estória em si talvez por ser bem real odiei Dex e amei Em

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii!!
    Pela sua resenha o livro é cheio de reviravoltas e repleto de sentimentos, tenho desejado Um Dia faz um bom tempo <3
    Parabéns pela resenha!!
    Beijos

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  4. Adorei a sua resenha! Fiquei bem curiosa para ler este livro agora! Confesso que não aguentei e já assisti ao filme, mas ainda assim quero ler o livro.
    Beijos

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Obrigada a todas pelo comentário, e realmente há momentos em que me pego odiando Dexter!

    ResponderExcluir
  6. Olá Flor! Obrigada pelos elogios sobre o lay lá do blog!^^ Adorei sua resenha, quero muito ler esse livro e estou empolgada para que seja logo! Parabéns...fiquei curiosa!
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  7. Eu quero muito ler esse livro. Vejo sempre boas resenhas sobre ele e fico com muita curiosidade.
    bjs

    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. David Nicholls me deu um colapso nervoso! Sério, que final é esse???
    Li o livro no meio do ano passado e até hoje choro quando lembro!
    Ótima resenha!
    Beijos,
    Vinícius - Livros & Rabiscos

    ResponderExcluir
  9. Eu nao curti muito esse livro.. pelo que o pessoal falava, pensei que fosse algo muito, mas MUITO mais emocionate rsrsrsrs
    é bonito e tudo, mas comigo não funcionou muito rsrsrs

    parabens pela resenha! ta ótima

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  10. Não sei como tem gente que não gostou desse livro. É lindo demais e a escrita do autor é maravilhosa. Tá odiei o final, mas nem sempre o que é bom é do nosso gosto. Parabéns pela resenha

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela resenha!
    Eu quero muito ler esse livro, por todos falarem que é realmente bonito e maravilhoso. Quero sentir o que os personagens sente, rir, chorar, exclamar. Não sei porque, mas espero tudo isso desse livro!

    Beijos,
    Le Lançanova
    http://palaciodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Obrigada pelos comentários, e que ótimo que gostaram da resenha! O livro é maravilhoso, e espero que todos que o leiam tenham a mesma impressão que eu! Beijos :D

    ResponderExcluir
  13. A resenha está ótima, e os trechos lindoss... *-*
    Já tenho este livro a um bom tempo e ainda não li, mas acho que já chegou a hora, nao é!?
    kkkkkk

    http://feliciity-unjourdepluie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Só assisti ao filme e fiquei super depressiva! rs

    Então, nem vou tocar no livro! Ele tem partes lindas pelo que você escreveu, mas eu sei que não leria!

    Abraços

    Gláucia

    eassimestaescrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá Giovanna,

    Vi seu blog pelo Amigo Secreto dos Blogueiros e achei ele muito bacana. Eu até gostei deste livro, mas eu esperava muito mais. Tudo bem que tem toda aquela coisa de 'aproveitar a vida', mas como tudo acontece apenas em determinado dia, todos os demais eventos ficam muito no ar, soltos.

    Bjs e parabéns pelo blog!

    rocknbooks.wordpress.com

    ResponderExcluir