Titulo: A Sentinela
Autor: Robert Crais
Sinopse: Dru Rayne e seu tio fugiram para Los Angeles após o furacão Katrina, mas agora, cinco anos depois, eles enfrentam um perigo diferente. Quando Joe Pike testemunha o tio de  Dru sendo espancado por uma gangue, ele oferece sua ajuda, mas nenhum deles se quer sabe que estão sendo misteriosamente observados. Mas o nível de violência aumenta, Pike se torna um alvo, ele e Elvis Cole descobrem então que Dru e seu tio não são o que parecem e que tudo o que ele achava que sabia sobre eles tem sido uma mentira. Uma força vingatiao e assassino de seu passado está agora aproximando-se  deles. . . e somente Pike e Cole estão no caminho.


Há algum tempo não lia um thriller envolvente, desses que há passagens em que nosso estômago se contrai de tanta ansiedade.

"A Sentinela" conta a história do ex-policial Joe Pike, que acabou por se tornar um mercenário. Ao salvar o dono de uma lanchonete de um espancamento por dois integrantes de uma gangue ele se envolve com Dru Rayne, uma mulher de olhos inteligentes como Joe mesmo a define. Entretanto, no decorrer da trama Joe percebe que a amada não é quem diz ser e que usa um nome falso, além disso, ela e o "tio" Wilson Smith estão na verdade envolvidos com a máfia boliviana e por anos se esconderam de um caçador enviado para matá-los.

Robert Crais escreve de forma explosiva, as passagens do livro são tão bem detalhadas que o leitor forma milhares de imagens na mente. Além disso, sua forma de humanizar até mesmo uns mercenários e vários outros personagens; expondo seus medos e frustrações e seus lados obscuros, torna cada página ainda mais emocionante e as atitudes de cada um totalmente imprevisível.

Por esses motivos a leitura é fácil e apesar do teor de suspense do livro a leitura não se torna pesada, mas é conduzida da forma mais leve possível pelo autor, que acaba deixando a leitura ainda mais curiosa, porque cada fato isolado se liga à vários outros fatos em um momento inesperado da leitura.
"A Sentinela" é um thriller magnífico, muito bem escrito e que não deixa pontas soltas.







Deixe um comentário